Revista Brasileira de Ciências do Esporte Revista Brasileira de Ciências do Esporte
Revista Brasileira de Ciências do Esporte 2017;39:1 - Vol. 39 Núm.1 DOI: 10.1016/j.rbce.2017.01.001
Editorial
Mais um ano... antigos desafios
Otro año... viejos desafíos
Another year... old challenges
Alexandre Fernandez Vaza,b,, , Felipe Quintão de Almeidac, Jaison José Bassanid
a Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Educação, Departamento de Metodologia de Ensino, Florianópolis, SC, Brasil
b Bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq ‐ Nível 1D, Florianópolis, SC, Brasil
c Universidade Federal do Espírito Santo, Centro de Educação Física e Desportos, Departamento de Ginástica, Vitória, ES, Brasil
d Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Desportos, Departamento de Educação Física, Florianópolis, SC, Brasil

Vem a público mais uma edição da Revista Brasileira de Ciências do Esporte (RBCE), a primeira de 2017. Esse número mantém o padrão adotado nos últimos anos, com artigos das áreas sociocultural/pedagógica e biodinâmica, que abordam temas e subáreas que refletem a diversidade regional do conhecimento produzido na Educação Física/Ciências do Esporte.

A despeito da periodicidade em dia, os editores continuam a enfrentar conhecidos desafios no trabalho cotidiano das revistas: dificuldade de publicar rapidamente um artigo aprovado, em parte decorrência da aprovação de muitos artigos submetidos (os revisores precisam ser mais rigorosos); inconveniências no prazo com revisores, cuja atividade continua a ser desvalorizada; impasses com as exigências para os impressos científicos, que se veem “obrigados” a publicar, independentemente das especificidades do campo, em língua inglesa, muito com o propósito de alcançar indexação em bases internacionalmente reconhecidas. Tudo isso, lamentavelmente, em condições de trabalho que não favorecem a profissionalização do trabalho editorial, quadro que tende a se agravar em função das recentes notícias a respeito do corte de recursos públicos destinados à Ciência e Tecnologia no país, com repercussões diretas no financiamento das revistas.

Continuamos a trabalhar na expectativa do reconhecimento do ofício e da sua importância para o desenvolvimento da área acadêmica.

Boa leitura!

Florianópolis, Vitória, janeiro de 2017.

Revista Brasileira de Ciências do Esporte 2017;39:1 - Vol. 39 Núm.1 DOI: 10.1016/j.rbce.2017.01.001